Menu

Fechar

PESQUISAR

Vista do Elevador Lacerda em Salvador

Roteiro de fim de semana em Salvador

A apaixonante capital baiana recebe pessoas de todas as tribos, culturas e classes sociais. Encante-se com a diversidade cultural e étnica em um dos destinos mais desejados do Brasil.

Conheça Salvador

Montamos um roteiro com dicas de praias, restaurantes, passeios culturais e pontos turísticos alternativos para quem planeja conhecer Salvador de uma maneira única e autentica!
Sexta-feira
O bairro Rio Vermelho, região boêmia de Salvador, é um ponto tradicional para quem busca os bares da cidade para curtir um happy hour. Dentre as várias opções, o destaque é o descontraído Botequim São Jorge (http://botequimsaojorge.com.br/). Em um local com clima de boteco, o bar é uma ótima dica provar os sabores da Bahia em formato de petiscos, como os bolinhos de abóbora com charque desfiado e em pratos, como o Sururu e o escondidinho de carne de sol com purê de mandioca.
Sábado
Comida contemporânea e a cozinha reinventada, assim está a região do Rio Vermelho depois que a chef Andrea Nascimento abriu uma unidade do Solar (https://www.facebook.com/solar.gastronomiacontemporanea/?fref=ts) pelo bairro. Com boa gastronomia e pratos mais elaborados, o cardápio mantém os ingredientes regionais como base dos pratos. Como opções para o prato principal, você pode escolher a Quiche com Salada ou a Lasanha Dali, feita com massa de crepe, recheada com chorizo espanhol, queijo e molho de tomate. Além dos pratos e saladas, o menu ainda oferece sanduíches e crepes, que são famosos na rede de restaurantes.

Já pensou ir para Salvador e passar o dia inteiro em uma ilha distante e super tranquila? O passeio até a ilha é feito de barco e pela maior baía do Brasil, a Baía de Todos os Santos. A Ilha dos Frades tem o formato de uma estrela de 15 pontas, e em cada ponta fica uma praia a ser visitada. Na ponta de Nossa Senhora de Guadalupe as lagostas são os principais itens oferecidos de aperitivo. Já para quem procura sossego, a praia do Tobar é a opção ideal para passar as horas. A Ilha dos Frades foi tombada em 1982 como Reserva Ecológica, e um lugar ideal para você visitar e conhecer os vilarejos, as igrejas e a fauna e flora em meio à Mata Atlântica. O passeio é oferecido pela Zulu Turismo (http://www.salvadorbahiabrasil.com/passeio-salvador.htm).

Localizado em um casarão e com um ambiente bem discreto, o destaque do Restaurante Maria Mata Mouro (http://www.mariamatamouro.com.br/) é o Bobó de Camarão e a Paella Mata Mouro, prato que inclui camarões, lula, polvo e mexilhões. Já o Restaurante Lafayette (http://restaurantelafayette.com.br/) é uma ótima opção para provar a mistura única entre a culinária baiana e a cozinha mediterrânea. O resultado dessa combinação são pratos únicos, como o Robalo Grelhado ao Molho de Camarões, acompanhado de risoto de polvo e brócolis. Além disso, o restaurante está localizado nas margens da Baia de Todos os Santos, proporcionando uma das vistas mais bonitas de Salvador.
Domingo
Sua noite de sábado termina com Jazz e música de qualidade no Museu de Arte Moderna da Bahia (https://www.facebook.com/bahiamam). Durante a tarde você passeia pelo Solar do Unhão, um sítio histórico de Salvador que data do século XVII. Aqui é a sede do Museu de Arte Moderna, onde cerca de 200 mil pessoas circulam anualmente para conhecer o acervo cultural do espaço, com obras de Tarsila do Amaral e Portinari, e andar pelo jardim a céu aberto, que foi transformado no Parque das Esculturas com obras de artistas como Mestre Didi e Mário Cravo. Mas é aos sábados à partir das 18h que as pessoas se encontram e o movimento se torna ainda maior. Um espaço democrático para se ouvir Jazz com sotaque baiano, o JAM no MAM (http://www.jamnomam.com.br/) já se tornou programação fixa na cidade. Mais de 500 mil pessoas já assistiram aos shows de artistas como Elza Soares e Toninho Horta. Ao fundo, uma belíssima paisagem da Baía de Todos os Santos.

Para passar o seu domingo, nada melhor que uma boa praia com paisagens belíssimas. Fugindo do grande fluxo, indo um pouco mais para as extremidades de Salvador, você chega até a Barra do Jacuípe. O lugar é perfeito para um passeio mais tranquilo, onde você pode conhecer ao vivo o encontro do Rio com o Mar. Para completar o pacote, Barra do Jacuípe ainda tem dunas, arrecifes e as barracas que servem petiscos, bebidas e ainda alugam caiaques para que você possa passear nas águas do Rio Jacuípe. Quando bater a fome, o Empório do Jacuípe (http://www.emporiojacuipe.com/) te oferece o melhor da cozinha baiana e internacional, desde o caldo de sururu até o polvo à vinagrete. Vale a pena experimentar o Picadinho Sertanejo, um prato individual com Carne de Sol flambada na cachaça, arroz, farofa de ovo, banana e feijão.

Além dos quiosques espalhados pela orla de Salvador, os restaurantes da região também são uma opção para experimentar frutos do mar e comidas típicas. O Don Papito (https://www.facebook.com/DonPapitoBar) é uma casa que serve há 15 anos lambretas, ou mariscos, pescados na Ilha de Boipeba, e que por cinco vezes já foram eleitos os melhores da cidade. Aproveite para conhecer a Sorveteria da Ribeira (http://www.sorveteriadaribeira.com.br/), a mais antiga da cidade. São mais de 60 sabores, com frutas tropicais e exóticas, feitos de forma artesanal para levar o máximo de sabor e cremosidade para você. Entre os diversos sabores você pode escolher entre Mangaba, Milho, Graviola, Sapoti, Tapioca e até Biribiri, o conhecido limão-de-caiena.


Recomendamos

O que fazer em Salvador durante o Réveillon
Choveu em Salvador. O que fazer na cidade?



Compartilhar por e-mail Compartilhar on Twitter Compartilhar on Facebook