Pessoas atravessando a rua com chuva

Rio de Janeiro com chuva. O que fazer?

Está viajando de férias ou a trabalho no Rio de Janeiro e o tempo não colaborou? Fique tranquilo, temos ótimas dicas de passeios para você aproveitar a Cidade Maravilhosa.

O Rio de Janeiro continua lindo mesmo debaixo de chuva. A capital fluminense reserva muita cultura, história, culinária e diversão em dias sem sol. Pegue o seu guarda-chuva e aproveite esse roteiro feito especialmente para você saber o que fazer no Rio de Janeiro com chuva.
Vamos tomar um café?
São mais de 100 anos de história, o suficiente para fazer da Confeitaria Colombo o ponto mais tradicional da cidade para se tomar um café. Instalada na Rua Gonçalves Dias, no centro histórico do Rio de Janeiro, a confeitaria funciona desde 1894 e está entre os 10 mais belos cafés do mundo. Sua construção faz com que você se sinta em uma arquitetura da Belle Époque, que alguns anos depois foi reformada com ares Art Nouveau. Outra opção histórica e cultural para um café está na rua Sete de Setembro, e é ainda mais antiga. Fundada por um imigrante francês, a Casa Cavé recebe turistas e moradores todos os dias em busca de receitas centenárias, como a do Bolo de Reis e das balas de caramelo, experimentadas desde D Pedro II até Juscelino Kubitschek.
Faça um passeio por Santa Teresa
As lindas vistas panorâmicas do Rio de Janeiro já valem a visita ao charmoso bairro de Santa Teresa. Por mais que a chuva atrapalhe seu passeio de bondinho entre os casarões antigos e bucólicos, vale a pena visitar a loja La Vereda para encontrar o mais variado e autêntico artesanato e móveis brasileiros, além das roupas feitas com tecidos naturais. Para matar a fome, prove a comida carioca com elementos tropicais e aprecie uma vista da Baia de Guanabara (que é linda até em dias nublados!) no Aprazível
Saboreie a diversidade gastronômica da comida carioca
Não faltam bares e restaurantes no Rio de Janeiro! Não importa o bairro em que você esteja, há sempre opções de cardápios para todos os gostos e bolsos. Para os vegetarianos ou veganos, um ótimo lugar é o Mironga (http://mironga.com.br/), no Centro do Rio de Janeiro. O restaurante oferece uma culinária que une os sabores do passado com técnicas modernas, como o delicioso hambúrguer de feijão-branco com requeijão de tofu, rúcula e tomate, no pão de batata-baroa e chia. Se você estiver no Centro, não deixe de conhecer o famoso paio afogado no feijão, lá no Bar do Jóia. Um legítimo botequim de mais 100 anos, com direito à menu do dia exposto em quadro negro na porta. Com cara de restaurante, mas com cardápio legítimo de boteco, o Bismarque, no bairro do Botafogo, trabalha com receitas da culinária brasileira e portuguesa. Você e sua família poderão saborear uma costela de porco com tutu à mineira ou uma picanha à molho campanha com batata frita, arroz e farofa. É a certeza de se alimentar bem sem gastar muito.
Conheça a arquitetura e a arte sacra mais famosa do Rio
Construída ainda no século XVII, a Igreja da Candelária, no Centro do Rio de Janeiro, é um banho de história arquitetônica: portas em bronze, revestimento interior em mármore e ainda traços da arquitetura gótica. Reza a lenda que a sua construção se deve a um casal que enfrentou fortes truculências em sua embarcação quando vinham para o Rio. Como eram devotos de Nossa Senhora da Candelária, prometeram levantar uma igreja caso chegassem com vida dessa viagem. Outro bom passeio também pelo Centro, é observar de perto os detalhes do Mosteiro de São Bento, fundado em 1590 por monges da Bahia. Aberta diariamente até as 18h, há uma missa realizada pela manhã que conta com o tradicional canto gregoriano. A fachada e os portões de ferro do século são do projeto original do século XIX. No interior do mosteiro, você pode viajar centenas de anos, dos traços barrocos ao rococó, entre pinturas, esculturas e obras-primas.
Feche a noite no melhor estilo carioca
Viajar ao Rio de Janeiro é sempre uma oportunidade de se divertir e fazer novas amizades por onde quer que passe, não importa se você veio a lazer ou a trabalho. Que tal tomar um chope em um dos pontos mais tradicionais para os cariocas? No Leblon, você pode curtir a noite a dois ou com os amigos no Bar Jobi. Fundado em 1956, é conhecido pelo bom atendimento e pela cerveja sempre gelada. No cardápio, omelete, batata frita e empadinhas de frango até pratos como bacalhau à Gomes de Sá, tem para todos os gostos. Se falamos em bares, não podemos esquecer da Lapa, bairro tradicional pela agitada vida boêmia. Entre a Avenida Mem de Sá e a Rua do Lavradio você encontra o famoso Bar da Boa, bar oficial da Cerveja Antártica. Em um prédio preservado do século XIX, a decoração mescla a arquitetura da época com traços da modernidade carioca. No cardápio você poderá provar as conhecidas Costelinhas da Diretoria, a tradicional e muito bem feita costelinha de porco com molho barbecue. Mas se você está procurando shows, músicas e muita agitação, vá direto para o Barra Music, na Barra da Tijuca. A casa recebe de quinta à sábado as mais diversas atrações, entre DJs, bandas e cantores, como Preta Gil e Anitta. A estrutura com 20 bares e capacidade para mais de 6 mil pessoas é a garantia de bom atendimento, conforto e agitação para quem quer curtir a madrugada.
Recomendamos

O que fazer em Copacabana?
O que fazer em Ipanema?
Onde comer comidas típicas do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro visto de cima
O que fazer em Fortaleza?
Os sabores do Centro de São Paulo
5 Motivos para visitar Curitiba
5 Motivos para visitar Porto Alegre



Compartilhar por e-mail Compartilhar on Twitter Compartilhar on Facebook