Menu

Fechar

PESQUISAR

Jardim Botânico, em Curitiba

O que fazer em Curitiba: passeios baratos

A capital do Paraná oferece uma diversidade de passeios baratos para você aproveitar o melhor da cidade. Confira nosso guia e descubra o que fazer em Curitiba sem gastar muito.

Roteiro econômico
Com quase 2 milhões de habitantes, Curitiba é uma metrópole que oferece diversos pontos turísticos incríveis, como parques, feiras e uma gastronomia generosa.

Para quem está planejando conhecer a cidade mais ecológica do país e quer saber o que fazer em Curitiba sem gastar muito, nós temos uma boa notícia: a capital paranaense é um destino bem econômico. Está esperando o que para arrumar suas malas?
City tour BBB em Curitiba
Oba, chegamos em Curitiba. Check-in feito no hotel e aí vem a dúvida: por onde começar? Sem dúvidas, uma boa maneira de desbravar a capital do Paraná é fazendo o City Tour a bordo do ônibus da Linha Turismo, oficial da capital paranaense.

Por apenas R$40,00 você percorre 45 km na cidade e conhece os pontos turísticos mais importantes de Curitiba. Lembrando que, para fazer o mesmo trajeto de uber ou taxi, você gastaria bem mais. Bom, né? E se quiser, ainda dá para escolher os preferidos e voltar depois para explorar todos os detalhes. Vamos lá?

Saindo do ibis Styles Centro Cívico, caminhe 10 minutos em direção à Praça Tiradentes, marco zero da cidade. O passeio começa ali. A bordo do ônibus de dois andares, a primeira parada é a Rua das Flores, uma das mais famosas de Curitiba. O trajeto segue pela Rua 24 Horas e passa por pontos como o Museu Ferroviário, Jardim Botânico, Paço da Liberdade, Centro Cívico, Museu Oscar Niemeyer e Parque Tanguá. Isso só para citar alguns, hein?

A Linha Turismo funciona de terça a domingo, das 9h às 17:30h, com saídas a cada 30 minutos. E para saber mais sobre o que fazer no centro de Curitiba, não deixe de conferir nosso guia com as principais atrações da região.
As feiras livres da capital do Paraná
As feiras de Curitiba são uma boa alternativa para quem deseja conhecer um pouco mais da cultura local sem gastar muito. Aproveite para comprar lembrancinhas por preços módicos ou comer delícias típicas da cidade, como o famoso barreado.

Uma das mais famosas é a Feira do Largo da Ordem, com barracas de artesanato, vestuário e alimentação. Sabe o melhor? O ibis Styles Centro Cívico fica a menos de 5 minutos a pé de lá. Outra opção, no Bairro do Batel, é a Feirinha Gastronômica do Batel, com diversos food trucks que servem pratos saborosos e baratos, do jeito que a gente gosta.

Para desbravar a noite, não deixe de ir à Feira Noturna do Alto da Glória, realizada de terça a sexta, das 17h às 22h. No local é possível experimentar comidas regionais e internacionais, com opções da cozinha ucraniana, belga, chilena, entre outras.
Os bons e baratos para comer
Você sabia que Curitiba é um destino imperdível para quem gosta de comer bem sem gastar muito? Além das feiras gastronômicas, listamos 3 lugares incríveis, com opções veganas, burgers e sorvetes! Confere aí:

• Vegano: Restaurante perfeito para quem preza por uma alimentação saudável e nutritiva, o Veg e Lev oferece um cardápio criativo com preços democráticos. Para você ter uma ideia, o Risoto de Funghi servido com ricota e tiras de banana-da-terra custa cerca de R$27,90. Justo, né?

Endereço: Alameda Prudente de Moraes, 1218 - Centro, Curitiba

• Burgers: Com preços pra lá de honestos, o Whatafuck serve lanches saborosos em um ambiente bem descontraído. Carne, calabresa ou vegetariano? Seja qual for, o sanduíche custa apenas R$10,00. Ah, e o chopp pilsen de 500 ml sai por módicos R$8,00. Um dos melhores custos x benefícios em Curitiba quando o assunto é hamburger! 

Endereço: Avenida Vicente Machado, 845 - Centro, Curitiba

• Sorvete: Fundado em 1955, o Sorvetes Gaúcho une preços amigos a um sabor irresistível. Bem tradicional, o estabelecimento faz parte da história da cidade e atrai milhares de turistas e curitibanos todos os dias. Nada melhor do que um sorvetinho para refrescar um dia quente, não é?

Endereço: Praça do Redentor, 13 - São Francisco, Curitiba
Desbrave a história curitibana
A capital do Paraná reúne uma variedade de museus, com opções que agradam gregos e troianos. Por exemplo, o Memorial da Segurança no Transporte, mesmo que o nome não pareça muito atrativo, é um museu bem bacana que conta a história da indústria automotiva, com experiências interativas relacionadas a segurança. É o único museu dedicado ao tema na América Latina!

Já o Museu Paranaense, localizado na Praça Zacarias, conta com um acervo de 600 peças, incluindo objetos, moedas e artefatos indígenas. No local, não deixe de conhecer o Pavilhão de História do Paraná, que retrata uma linha do tempo desde a pré-história até o início do século XX.

Em um ambiente que promove a reflexão e o diálogo criativo, o Museu de Arte Contemporânea do Paraná foi inaugurado em 1970 para estreitar os laços entre a sociedade curitibana e o patrimônio artístico da cidade. Além das mostras permanentes, o espaço oferece exposições temporárias imperdíveis!

Já o Museu Oscar Niemeyer, também conhecido como Museu do Olho, é um dos cartões-postais de Curitiba e oferece espaço para exposições relacionadas ao design, artes visuais e arquitetura.

Outros museus que também valem a visita em Curitiba são o Museu do Holocausto de Curitiba, Museu de História Natural, Museu de Fotografia da Cidade de Curitiba e o Museu de Arte Sacra.
Curitiba, a capital ecológica do Brasil
Por último, mas não menos importante, vêm eles: os parques. Afinal, todo mundo sabe que Curitiba é a capital ecológica do Brasil, né?

São mais de 50 metros quadrados de área verde por habitante, o que fica bem evidente pela quantidade de parques, jardins e bosques que a cidade oferece. E o mais famoso deles é o Jardim Botânico, com a famosa Estufa, trilhas, lagos, quadras esportivas e até um velódromo. Sabe aquele cartão-postal clássico da cidade? Prazer, Jardim Botânico.

O Parque Tanguá e o Parque Barigui encantam os visitantes com suas ricas áreas preservadas e espaços para lazer e caminhadas. Enquanto o Parque Tingui, às margens do Rio Barigui, sedia o Memorial Ucraniano. 

Para contemplar a natureza, não deixe de conhecer o mirante do Lago Azul, no Bairro Umbará. Já o Bosque do Papa, localizado em uma reserva de Mata Atlântica, foi inaugurado após a visita do Papa João Paulo II a Curitiba e reconstrói os ambientes onde viveram os imigrantes poloneses. 

Vale lembrar que todos os parques são fotogênicos e gratuitos, hein?
Recomendamos

O que fazer no centro de Curitiba
Motivos para visitar Curitiba
7 Motivos para visitar Curitiba
O que fazer em Curitiba com chuva?



Compartilhar por e-mail Compartilhar on Twitter Compartilhar on Facebook