Faça um passeio pelo centro histórico de Belo Horizonte com Carlos Drummond de Andrade.

Faça um passeio pelo centro histórico de Belo Horizonte com Carlos Drummond de Andrade.

Rua Piauí
Carlos Drummond de Andrade, um dos poetas mais importantes da literatura brasileira, nasceu em Itabira, cidade no interior de Minas Gerais. Após a mudança para Belo Horizonte, a capital mineira tornou-se tema recorrente de seus poemas e poesias durante os anos de 1930 e 1934. Em seus textos, Drummond ilustra o nascimento de uma cidade moderna, além de contrastar hábitos provincianos e cosmopolitas. Em suas crônicas “Vamos ver a cidade” e “KODAK”, Drummond retrata fragmentos da vida bucólica de Belo Horizonte, que até então era uma pequena cidade mineira passando por uma grande transformação. Que tal passearmos por alguns dos lugares tão importantes para a biografia do autor?
Avenida Paraúna
Localizada no centenário em Santa Efigênia, bairro que abrigou trabalhadores responsáveis pelo início do povoamento de Belo Horizonte. Hoje, a região é referência em atendimento hospitalar devido a presença da Santa Casa de Misericórdia e a Faculdade de Medicina da UFMG. Pedro Nava, colega escritor de Carlos Drummond, formou-se nessa instituição. Para quem está visitando Belo Horizonte, uma charmosa feira de flores toma as ruas do bairro com cores e cheiros especiais.
Rua da Bahia
Ao longo de seus quase dois quilômetros, a avenida possui importantes referências da história da cidade, como as sedes do Tribunal Regional do Trabalho e do jornal Estado de Minas. Por atravessar o boêmio bairro do Savassi, conta com diversos restaurantes, bares e lojas em seus arredores. A partir de 1938, a avenida passou a se chamar Getúlio Vargas.
Praça do Mercado
A Rua da Bahia faz parte do projeto original de Belo Horizonte e foi inaugurada em 1897. É uma das mais conhecidas vias da capital mineira. Localizada na Região Centro-Sul, corta os bairros Centro e Lourdes, e serve de limite para a Savassi. Tem importância histórica e cultural por ser palco de manifestações políticas e objeto de diversas crônicas e poemas, de autores mineiros e nacionais. Em toda sua extensão, diversos estabelecimentos destacaram-se ao longo dos anos, como a confeitaria Suíça, a sorveteria Camponesa e o Café Estrela. Ainda conquista os turistas pelo Museu Inimá de Paula e pela diversidade de barzinhos, cafés e galeria de artes. Na década de 20, era fácil encontrar os poetas Carlos Drummond de Andrade, Pedro Nava, Emílio Moura e João Alphonsus andando pela rua e travessas.
Rua Caetés
Na época de Carlos Drummond de Andrade, a antiga Praça do Mercado abrigava o mercado municipal de Belo Horizonte. Com a construção do Terminal Rodoviário na década de 70, a praça ficou conhecida como Praça da Rodoviária (apesar de que o nome oficial é Praça Rio Branco). Ao chegar na cidade de ônibus, preste atenção no monumento “Liberdade em Equilíbrio”, da artista plástica Mary Vieira. Instalado em 1982, a escultura de 21 metros de altura apresenta formas geométricas que compõe um monovolume.
Conheça os incríveis traços do Museu Oscar Niemeyer
Próximo à Praça do Mercado, a via foi o primeiro grande corredor comercial da cidade com suas lojas e casas especializadas e marca a consolidação de Belo Horizonte como capital do estado mineiro. Atualmente, é um grande centro comercial com cerca de 700 estabelecimentos. Devido ao seu alto valor histórico, a rua foi tombada como Patrimônio Cultural, assim preservando seus 51 casarões e prédios centenários que formam um importante acervo arquitetônico de prédios de estilo eclético, art-deco e modernistas. Desde a época de Carlos Drummond de Andrade, a cidade de Belo Horizonte cresceu e novos pontos turísticos foram inaugurados, como a Praça da Liberdade, a Igreja São Francisco de Assis, o Conjunto Arquitetônico da Pampulha e o Estádio do Mineirão. Em sua próxima viagem a capital mineira, hospede-se com conforto no Hotel ibis Styles Minascentro. A decoração inclui excertos de seus belos poemas para você se inspirar com as obras de Carlos Drummond de Andrade. Além dos nossos hotéis econômicos, os quartos possuem ar-condicionado e ainda conta com wi-fi grátis e café da manhã gratuito, estacionamento e restaurante 24 horas. Garantimos descontos e preços exclusivos ao fazer a sua reserva de hotel no site do Ibis. Não esqueça de cadastrar-se no programa de fidelidade Club Hotels Accorhotels!
Um verdadeiro exemplo de arquitetura e arte em um só projeto. Com traços e curvas que só mesmo o centenário arquiteto poderia criar, o Museu Oscar Niemeyer (www.museuoscarniemeyer.org.br) é um dos principais pontos turísticos de Curitiba, além de um dos maiores e mais modernos museus da América Latina. A programação é dedicada as grandes exposições de artes visuais, arquitetura e design, e os dois prédios formam um verdadeiro elo entre o passado e o futuro, o histórico e o contemporâneo. Entre as mais de 2 mil peças, o Museu reserva obras de artistas renomados como Tarsila do Amaral e Cândido Portinari. Você tem a oportunidade ainda de visitar a Loja do Museu e levar para casa produtos e lembranças destes mais de 17 mil metros quadrados de arquitetura, design e cultura.
Recomendamos

Gastronomia em Belo Horizonte
Motivos para visitar Belo Horizonte
O que fazer no centro do Rio de Janeiro?
Pratos típicos da culinária nordestina
O que fazer em Maceió?
O que fazer na Avenida Paulista?



Compartilhar por e-mail Compartilhar on Twitter Compartilhar on Facebook