Menu

Fechar

PESQUISAR

Ilha do Combu em Belém

Um dia para explorar a Ilha do Combu

Passar o dia na ilha vizinha a Belém é o melhor programa para conhecer as delícias locais e a natureza amazonense

Um dos programas preferidos dos belenenses é curtir a llha do Combu no final de semana e, por esse motivo, o roteiro já faz parte dos pontos turísticos de Belém. O passeio inclui trilhas, banho de rio, visita às fazendas de cacau e almoço com delícias locais. Aproveite sua viagem para Belém do Pará para conhecer as belezas da Amazônia nesse pequeno pedaço de paraíso! Veja o que encontrar por lá.
Manhã com trilhas e almoço típico
O passeio à Ilha de Combu começa no pequeno porto da Praça Princesa Isabel. A travessia pelo rio Guamá dura cerca de 10 minutos. Chegando em Combu, prepare-se para conhecer as belezas da Amazônia em trilhas pela ilha. Mesmo sem guias, é possível fazê-las apenas seguindo as sinalizações. Depois da caminhada, um almoço reforçado será muito bem-vindo. Os restaurantes da ilha são uma atração à parte: além de oferecem pratos locais no capricho, contam também com estrutura de lazer completa, como parquinho para as crianças e chuveirão para depois do banho de rio. Faça uma pausa no badaldo Saldosa Maloca (com L mesmo) e experimente o famoso filé de pescada amarela na chapa. Mas fique atento: só funciona aos finais de semana e feriados.
100% cacau
A Ilha de Combu é famosa por produzir cacau de excelente qualidade. As plantações se espalham pelos quintais do povo ribeirinho e uma que chama bastante a atenção é a propriedade da empresária Izete dos Santos Costa, conhecida como Dona Nena. Sua produção é tão profissional que, atualmente, comercializa chocolates para chefs renomados, como Alex Atala. Você pode conferir tudo de perto, em um passeio que inclui café da manhã na varanda, degustação de sucos e muito brigadeiro de colher. Depois da visita, passe na lojinha Filha do Combu e garanta barras de chocolate e bombons orgânicos para levar na bagagem.
Explore rios e florestas
Além de Dona Nena, outras 200 famílias trabalham com a produção do cacau, o segundo item mais vendido depois do açaí. O mais interessante é poder ver de perto todos esses hábitos paraenses. Várias agências de turismo oferecem pacotes conhecidos como "furos e igarapés" para conhecer de barco, em um tour guiado, todos os contornos das ilhas e suas comunidades. Nesses passeios também é possível fazer trilhas pela floresta amazônica, praticamente imperdível para ver de perto as belezas naturais deste patrimônio nacional.
Recomendamos

3 bares em Belém para curtir a noite
Restaurantes em Belém que você precisa conhecer
Círio de Nazaré além da festa religiosa de Belém
Férias em Belém: o que levar na mala
4 motivos para conhecer o Mercado Ver-o-Peso, em Belém
4 pontos turísticos de Belém para curtir a natureza e relaxar
O que fazer em Belém com chuva?
Roteiro de um dia em Campos do Jordão partindo de São José dos Campos
5 Motivos para passar o dia na Ilha do Frade, em Vitória
Um dia em Mangue Seco partindo de Aracaju
Um dia em família na Ilha de Algodoal



Compartilhar por e-mail Compartilhar on Twitter Compartilhar on Facebook
yer } return datasTracking; } if (typeof TagManager !== 'undefined') { TagManager._setPageName(); TagManager._pushData(getDataLayer()); }