Menu

Fechar

PESQUISAR

Vista de Belém do Pará

Círio de Nazaré além da festa religiosa de Belém

Passeio superanimado de barco pelas ilhas, apresentações musicais e arquitetura do século 18 fazem parte do tour

Quando a gente fala de Belém, a primeira coisa que vem à mente é o Círio de Nazaré – uma das maiores procissões do mundo. E faz todo o sentido, afinal, a festa religiosa reúne aproximadamente 2 milhões de pessoas de várias regiões do Brasil, além de toda a beleza colorida da imagem sacra e da queima de fogos. Mas, visitar a capital paraense também é sinônimo de outras programações igualmente memoráveis! Por isso, preparamos uma lista com três passeios que você não pode deixar de fazer na sua viagem. Vem com a gente!
Aproveitar o Círio Musical
Durante a festa religiosa do Círio de Nazaré, você também pode curtir apresentações musicais que acontecem na Praça Santuário, à noite. Desde 2003, o Círio Musical faz parte da programação da quadra nazarena e reúne vários cantores para embalar as multidões que querem aproveitar o clima alegre de Belém. Este ano, são 16 atrações que começam em 9 de outubro e vão até o dia 23 do mesmo mês.
Passear de barco pelas ilhas
Os passeios de barco em Belém são um dos programas mais procurados. E não é para menos: a capital paraense é composta por 39 ilhas fluviais! Por isso, as empresas se especializaram nessa categoria de turismo e lá você pode encontrar o tipo de trajeto que mais combina com a sua turma. Da Estação das Docas, por exemplo, saem barcos animados que navegam no Rio Guarujá com apresentações artísticas sobre a cultura do Norte. Na cidade você ainda encontra o ecoturismo, com foco nas belezas naturais e passeios que vão até a Ilha dos Papagaios, onde você vê centenas deles. A maioria dos roteiros tem parada para o almoço, passeio e até mergulho nas ilhas do trajeto. Vale a pena conferir!
Fazer um tour histórico-arquitetônico pelas igrejas e museus
Em Belém, as igrejas construídas no período de colonização do Brasil abrigam história e detalhes arquitetônicos de encher os olhos. O prédio do Museu de Arte Sacra, por exemplo, é uma igreja e colégio jesuíta de 1719 que hoje faz parte do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Além disso, conta com aproximadamente 400 peças dos séculos 18 e 19 em um acervo bem completo de pintura, gesso, prataria e outros objetos litúrgicos. A Igreja Nossa Senhora do Carmo, de 1696 é a mais antiga da cidade e tem obras barrocas incríveis no interior! Outra que você precisa conhecer é a Catedral da Sé. Sede da arquidiocese da capital paraense, levou aproximadamente 23 anos para ser erguida e foi inaugurada em 1771. Já a Basílica de Nazaré é mais jovem, mas igualmente encantadora por conta da sua história: o local do prédio é onde a imagem da Nossa Senhora de Nazaré foi encontrada. De estilo romano e revestida com mármore de Carrara do lado interno, sua construção começou em 1909. Todo esse passeio é uma linda viagem no tempo com uma boa pitada de cultura!
Recomendamos

Férias em Belém: o que levar na mala
4 motivos para conhecer o Mercado Ver-o-Peso, em Belém
4 pontos turísticos de Belém para curtir a natureza e relaxar
O que fazer em Belém com chuva?
Faça um passeio pelo centro histórico de Belo Horizonte com Carlos Drummond de Andrade.
Gastronomia em Belo Horizonte
Motivos para visitar a Festa das Flores em Joinville
Blumenau além da Oktoberfest: história, natureza e cerveja o ano inteiro



Compartilhar por e-mail Compartilhar on Twitter Compartilhar on Facebook